top of page

Conheça a técnica de triangulação para medição 3D de objetos ou produção de forma dinâmica e precisa

A demanda de informações tridimensionais de peças e objetos vem crescendo muito ultimamente. Com isso, o desenvolvimento tecnológico vem acompanhando essas demandas, gerando técnicas diversas para medições 3D. Uma dessas técnicas é a triangulação, e é bem simples de se entender e de projetar um sistema de visão artificial para usá-la.


Como funciona a Triangulação a laser?

A triangulação a laser, utiliza um laser com um feixe linear para marcar o contorno de uma seção transversal do objeto analisado. A câmera, posicionada em angulação conhecida em relação ao laser, captura esse contorno e calcula a altura do objeto analisado em cada ponto da seção. Com a movimentação do objeto ou do conjunto laser-câmera, obtêm-se vários desses perfis que são integrados via software para obter a reconstrução 3D do objeto.


Quais são as tecnologias disponíveis para se aplicar a Triangulação a laser?


Hoje já existem câmeras com laser integrado em mesma carcaça, específicas para a realização de triangulação. Essas câmeras 3D já possuem processamento embarcado e já disponibiliza os dados tratados para sua utilização. A tecnologia para as câmeras com processamento embarcado já está tão avançada e robusta, que é possível obter precisão na casa dos micrômetros nos modelos mais modernos. O conceito de triangulação pode ser aplicado também com uma solução personalizada, onde a estrutura de fixação e posicionamento dos componentes é projetada para o tipo e tamanho de objeto a ser medido. Assim, câmeras, lasers e processamento podem ser especificados e comprados separadamente para formar uma solução integrada. Além de já possuir ampla experiência com as câmeras integradas de processamento embarcado, a LLK trabalha com diversas tecnologias já projetadas para formar esse conjunto. Inclui câmeras de alta velocidade que chegam até a 30.000 perfis por segundo, já com softwares específicos preparados para realizar os cálculos e integração da triangulação.

Comments


bottom of page